Psy

"Só algumas pessoas escolhidas pela fatalidade do acaso provaram da liberdade esquiva e delicada da vida" "Sou como você me vê. Posso ser leve como uma brisa, ou forte como uma ventania, depende de quando e como você me vê passar" "Clarice Lispector"

9.3.07






Se eu puder caminhar observando a amplidão do horizonte...

Não terei pressa, andarei mesmo assim com passos largos...

Terei a minha frente o infinito e poderei construir minha passagem...

Se eu vejo a amplidão, me vejo sem limites...

Não existirá em meu trajeto obstáculos intransponíveis...


Mas preciso da amplidão como espelho...

Na verdade não quero o fim da caminhada,

não quero um objetivo a minha frente como uma marca de chegada...

Quero a trilha e dela sentir sede de conquista-la para todo o sempre...

Se levantar os olhos e ver esta amplidão...

Estarei trilhando...
Passo a passo...
Estarei a caminho...


E com um horizonte tão imenso a minha frente, não terei retornos,
não vou questionar o que passou...

Apenas irei...
Se eu olhar para o lado e você estiver lá...
Estarei sorrindo, e certa de que emoções vividas não são vãs...
Te oferecerei aminha mão e poderemos ir juntos...
Passo a passo...
Em frente, com o mundo todo se abrindo a cada movimento

e sem nunca querer chegar ao fim....


Você não é erfeito...
Não gosto de perfeição, mas o que existe em você, o que sinto...
O que "vejo" faz com que eu deseje olhar a amplidão,

e queira caminhar em sua direção..."






Imagens: Moon and Back Graphics

2 Comments:

Blogger cantabile diz...

Ah! essa nossa caminhada ...

4:42 PM  
Blogger Psy diz...

Obrigada... Cantabile!
É um prazer!

6:04 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

No amor, nem sempre são as faltas o que mais nos prejudica, mas sim a maneira como procedemos depois de as ter cometido. "Oví­dio"