Psy

"Só algumas pessoas escolhidas pela fatalidade do acaso provaram da liberdade esquiva e delicada da vida" "Sou como você me vê. Posso ser leve como uma brisa, ou forte como uma ventania, depende de quando e como você me vê passar" "Clarice Lispector"

1.10.07

O cântico de Metta



Chant of Metta
, de Imee Ooi

Essa artista malasiana canta em pali, a língua das escrituras do budismo Theravada. Acredita-se que essa era a língua falada pelo Buda Shakyamuni (o buda histórico).
Segue uma tradução da
página do bhudanet.net, que contém a letra da música e seu significado. Como a tradução foi feita do pali -> inglês -> português, há incorreções. Mas o sentido geral permanece.


“Metta” é uma palavra Pali que significa amor/bondade.

Cantar “Metta” é irradiar amor/bondade para todos os seres: que todos possam estar em paz e felizes. Imee Ooi canta em pali com muita beleza.

Cantar “Metta” pacifica, revigora, enche de alegria e é um grande fator de cura para o mundo ─ atravessando-o com ondas de amor. Verdadeiramente, que todos os seres possam ser felizes. Que possam todos viver sempre em paz e harmonia.



O cântico de Metta

Aham avero homi
Que eu possa me libertar da inimizade e do perigo

abyapajjho homi
que eu possar me libertar do sofrimento mental

anigha homi
que eu possa me libertar do sofrimento físico

sukhi - attanam pariharami
que eu possa cuidar de mim mesmo com felicidade

Mama matapitu
que meus pais

ajariya ja nyaridimitta ja
professores, parentes e amigos

sabrahma - jarino ja
queridos seguidores do Dharma

avera hontu
sejam libertados da inimizade e do perigo

abyapajjha hontu
sejam libertados do sofrimento mental

anigha hontu
sejam libertados do sofrimento físico

sukhi - attanam pariharantu
que eles possam tomar conta de si mesmos com felicidade

Imasumem arame sabbe yogino
que todos os meditadores deste feudo

avera hontu
sejam libertados da inimizade e do perigo

abyapajjha hontu
sejam libertados do sofrimento mental

anigha hontu
sejam libertados do sofrimento físico

sukhi - attanam pariharantu
que eles possam tomar conta de si mesmos com felicidade

Imasumem arame sabbe bhikkhu
que todos os monges deste feudo

samanera ja
monges iniciantes

upasaka - upasikaya ja
discípulos homens e mulheres

avera hontu
sejam libertados da inimizade e do perigo

abyapajjha hontu
sejam libertados do sofrimento mental

anigha hontu
sejam libertados do sofrimento físico

sukhi - attanam pariharantu
que eles possam tomar conta de si mesmos com felicidade

Amhakam jatubajaya - dayada
que todos os doadores das quatro providências: vestimenta, comida, remédios e abrigo

avera hontu
sejam libertados da inimizade e do perigo

abyapajjha hontu
sejam libertados do sofrimento mental

anigha hontu
sejam libertados do sofrimento físico

sukhi - attanam pariharantu
que eles possam tomar conta de si mesmos com felicidade

Amhakam arakkha devata
que nossos deuses guardiões

Imasumem vihare
neste monastério

Imasumem avase
nesta casa

Imasumem arame
neste feudo

arakkha devata
que os deuses guardiões

avera hontu
sejam libertados da inimizade e do perigo

abyapajjha hontu
sejam libertados do sofrimento mental

anigha hontu
sejam libertados do sofrimento físico

sukhi - attanam pariharantu
que eles possam tomar conta de si mesmos com felicidade

Sabbe satta
que todos os seres

sabbe pana
todas as coisas que respiram

sabbe bhutta
todas as criaturas

sabbe puggala
todos os indivíduos

sabbe attabhava - pariyapanna
todos os seres com mente e corpo

sabbe itthoyo
que todas as mulheres

sabbe purisa
que todos os homens

sabbe ariya
que todos os santos

sabbe anariya
que todos aqueles que almejam a santidade

sabbe deva
que todos os deuses

sabbe manussa
que todos os humanos

sabbe vinipatika
que todos aqueles nos quatro reinos miseráveis

avera hontu
sejam libertados da inimizade e do perigo

abyapajjha hontu
sejam libertados do sofrimento mental

anigha hontu
sejam libertados do sofrimento físico

sukhi - attanam pariharantu
que eles possam tomar conta de si mesmos com felicidade

Dukkha mujjantu
que todos os seres possam se libertar do sofrimento

Yattha-laddha-sampattito mavigajjhantu
que o que quer que eles tenham ganhado não seja perdido

Kammassaka
todos os seres são donos de seu próprio karma

Purathimaya disaya
na direção leste

pajjhimaya disaya
na direção oeste

uttara disaya
na direção norte

dekkhinaya disaya
na direção sul

purathimaya anudisaya
na direção sudeste

pajjhimaya anudisaya
na direção noroeste

uttaraya anudisaya
na direção nordeste

dekkhinaya anudisaya
na direção sudoeste

hetthimaya disaya
na direção para baixo

uparimaya disaya
na direção para cima

Sabbe satta
que todos os seres

sabbe pana
todas as coisas que respiram

sabbe bhutta
todas as criaturas

sabbe puggala
todos os indivíduos

sabbe attabhava - pariyapanna
todas os seres com mente e corpo

sabbe itthoyo
que todas as mulheres

sabbe purisa
que todos os homens

sabbe ariya
que todos os santos

sabbe anariya
que todos aqueles que almejam a santidade

sabbe deva
que todos os deuses

sabbe manussa
que todos os humanos

sabbe vinipatika
que todos aqueles nos quatro reinos miseráveis

avera hontu
sejam libertados da inimizade e do perigo

abyapajjha hontu
sejam libertados do sofrimento mental

anigha hontu
sejam libertados do sofrimento físico

sukhi - attanam pariharantu
que eles possam tomar conta de si mesmos com felicidade

Dukkha mujjantu
que todos os seres possam se libertar do sofrimento

Yattha-laddha-sampattito mavigajjhantu
que o que quer que tenham ganho, não seja perdido

Kammassaka
todos os seres são donos de seu próprio karma

Uddham yava bhavagga ja
desde o mais alto plano de existência

adho yava avijjito
até o plano mais baixo

samanta jakkavalesu
em todo o universo

ye satta pathavijara
quaisquer seres que se movam pela terra

abyapajjha nivera ja
sejam libertados do sofrimento físico e da inimizade

nidukkha ja nupaddava
e do sofrimento físico e do perigo

Uddham yava bhavagga ja
desde o mais alto plano de existência

adho yava avijjito
até o plano mais baixo

samanta jakkavalesu
em todo o universo

ye satta udakejara
quaisquer seres que se movam pela água

abyapajjha nivera ja
que eles possam se libertar do sofrimento mental e da inimizade

nidukkha ja nupaddava
e do sofrimento físico e do perigo

Uddham yava bhavagga ja
desde o mais alto plano de existência

adho yava avijjito
até o plano mais baixo

samanta jakkavalesu
em todo o universo

ye satta akasejara
quaisquer seres que se movam pelo ar

abyapajjha nivera ja
que eles possam ser libertados do sofrimento mental e da inimizade

nidukkha ja nupaddava
e do sofrimento físico e do perigo.


Imagens Moon and Back Photography

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

No amor, nem sempre são as faltas o que mais nos prejudica, mas sim a maneira como procedemos depois de as ter cometido. "Oví­dio"