Psy

"Só algumas pessoas escolhidas pela fatalidade do acaso provaram da liberdade esquiva e delicada da vida" "Sou como você me vê. Posso ser leve como uma brisa, ou forte como uma ventania, depende de quando e como você me vê passar" "Clarice Lispector"

2.3.08

Omar Al Khayyám, Rubáiyát

.
.
.




Se eu governasse o mundo
com poderes de criador
eu o destruiria.

E criaria,
Para substituí-lo,
Um paraíso,
Trabalhado com carinho,
No qual não houvesse lágrimas,
Ódio,
Guerras.
E onde não imperasse a hipocrisia.

Eu, com poderes de criador,
E o mundo seria diferente...

Nele,
Sem fadigas e sem sangue,
Todos os homens se uniriam livremente
Para cultivar
Os ideais do amor.



Omar Al Khayyám, Rubáiyát

1 Comments:

Blogger belakbrilha diz...

Deram todas estas possibilidades ao HOMEM, mas este com o seu desejo de poder e destruição escolheu outro caminho...

Pelos menos a alguns!...o próprio homem se destrói...para lá caminhamos!...

O pior são os nossos filhos!

Nota:Como sempre é um cantinho que eu visito, que me traz paz, aconchegante, que me faz reflectir e me levanta o ânimo!
Obrigada por isso!

Beijinhos

3:17 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

No amor, nem sempre são as faltas o que mais nos prejudica, mas sim a maneira como procedemos depois de as ter cometido. "Oví­dio"