Psy

"Só algumas pessoas escolhidas pela fatalidade do acaso provaram da liberdade esquiva e delicada da vida" "Sou como você me vê. Posso ser leve como uma brisa, ou forte como uma ventania, depende de quando e como você me vê passar" "Clarice Lispector"

22.2.08

Resignação

.

.

.

.

.

Diante da ameaça de um infortúnio,
considere séria e deliberadamente o que de
pior pode acontecer. Encare de frente a
possível infelicidade, pense em razões sólidas
para achar que, afinal, não será uma
situação tão terrível. Essas razões sempre
existem pois, na pior das hipóteses, nada que
aconteça terá qualquer importância cósmica.

Depois de encarar fixamente a pior
possibilidade e de ter dito a você mesmo com
verdadeira convicção: “Afinal não tem
tanta importância assim”, você verá que sua
preocupação diminui numa proporção
extraordinária.

.

Pode ser necessário repetir o
processo algumas vezes, mas no final, se
você não ocultar nada ao encarar de frente a
pior conseqüência possível, descobrirá que
sua preocupação desaparece e é substituída
por uma espécie de alívio.


Bertrand Russel


.

.

.

.

.

1 Comments:

Blogger Mário Pinhal diz...

Mais uma vez, ao visitar o Avesso de Dentro, ao deliciar-me com os textos que seleciona e escreve deparei-me com uma surpresa. Inadvertidamente cliquei no botão direito do rato e saltou-me uma janela dizendo "Adorei você ter vindo"... só posso responder que também gostei de cá, mais uma vez ter voltado.
Mas já agora ...
diga-me como se faz.

Um beijo

8:52 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

No amor, nem sempre são as faltas o que mais nos prejudica, mas sim a maneira como procedemos depois de as ter cometido. "Oví­dio"