Psy

"Só algumas pessoas escolhidas pela fatalidade do acaso provaram da liberdade esquiva e delicada da vida" "Sou como você me vê. Posso ser leve como uma brisa, ou forte como uma ventania, depende de quando e como você me vê passar" "Clarice Lispector"

18.2.08

Cantar de Vero Amor, Cecília Meireles

..




I



Assim aos poucos vai sendo levada

a tua Amiga, a tua Amada!




E assim de longe ouvirás a cantiga
da tua Amada, da tua Amiga.




Abrem-se os olhos – e é de sombra a estrada

para chegar-se à Amiga, à Amada!








Fecham-se os olhos – e eis a estrada

antiga, a que levaria à Amada, à Amiga.




(Se me encontrares novamente,

nada te faça esquecer a Amiga, a Amada!

Se te encontrar, pode ser que consiga

Ser para sempre a Amada Amiga!)


II



E assim aos poucos vai sendo levada

a tua Amiga, a tua Amada!




.


E talvez apenas uma estrelinha siga

a tua Amada, a tua Amiga.



Para muito longe vai sendo levada,
Desfigurada e transfigurada,
sem que ela mesma já não consiga dizer
que era a tua profunda Amiga.




sem que possa ouvir o que tua alma brada:

que era tua Amiga e que era a tua Amada.




Ah! do que disse nada mais se diga!

Vai-se a tua Amada – vai-se a tua Amiga!




Ah! do que era tanto, não resta mais nada...

Mas houve essa Amiga! mas houve essa Amada!

.



Cantar de Vero Amor, Cecília Meireles

.


.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

No amor, nem sempre são as faltas o que mais nos prejudica, mas sim a maneira como procedemos depois de as ter cometido. "Oví­dio"