Psy

"Só algumas pessoas escolhidas pela fatalidade do acaso provaram da liberdade esquiva e delicada da vida" "Sou como você me vê. Posso ser leve como uma brisa, ou forte como uma ventania, depende de quando e como você me vê passar" "Clarice Lispector"

29.1.08

.

.

.






Eu Nunca Vi o Urzal
Emily Dickinson





Eu nunca vi o urzal,
Eu nunca vi o Mar;
Mas já sei eu como é a urze,
E onde a onda deve estar.

Jamais falei com Deus
Nem o céu visitei
Porém sei do lugar,
Pois o mapa eu ganhei.




.

1 Comments:

Blogger Mário Pinhal diz...

Psy

Deste outro lado do mar (moro em Braga, no Norte de Portugal) lhe agradeço o comentário tão bonito que me deixou. Pergunta-me se pode linkar o meu blogue no seu? É claro que sim, mas se também me permitir que linke o seu no meu, pois para mim é um elogio aparecer no seu "sítio". Fiquei absolutamente deliciado com tudo, o conteúdo, a música, o design...
Que pena São Paulo ficar "além do horizonte, para lá do mar"... se assim não fosse certamente lhe pediria umas lições. Felizmente as proezas da tecnologia conseguem ultrapassar oceanos e continentes fazendo do mundo uma aldeia.
Vagueei um pouco pelos textos d'"o avesso de dentro" e particularmente sobre o post O "Problema do Ser, Léon Denis". Tenho uma forma muito própria de ver todas estas questões, do humano, da biologia ao espírito. Gostava de poder trocar opiniões consigo por email, se estiver de acordo. O meu é mepinhal@gmal.com
A Psy dá tanto valor à palavra como à imagem. Sem presunção, de uma forma tão simples e pessoal que é um prazer visitar o seu blogue.
Bem-haja

12:14 AM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

No amor, nem sempre são as faltas o que mais nos prejudica, mas sim a maneira como procedemos depois de as ter cometido. "Oví­dio"