Psy

"Só algumas pessoas escolhidas pela fatalidade do acaso provaram da liberdade esquiva e delicada da vida" "Sou como você me vê. Posso ser leve como uma brisa, ou forte como uma ventania, depende de quando e como você me vê passar" "Clarice Lispector"

10.7.06

Infância

clica para ouvir


Quando eu era criança
sentava no chão do pequeno jardim,
por de traz da casa de minha avó.
Não resistia a beleza das pequenas rosas.
Suas pétalas, ainda molhadas do orvalho da noite
Enchiam-me a boca d´agua...
Discretamente, pegava algumas rosas
e lentamente, saboreava uma a uma,
cada uma de suas pétalas.
O momento valia a ameaça de "levar uma surra",
caso tornasse a comer as rosas.




Hoje, fecho os olhos e todos
os sentidos passam pela minha mente
o sol daquelas manhãs...
O cheiro gostoso de café no ar
Ela a me chamar...
Vem, Nininha...
o café vai esfriar!

Sinto muitas saudades de minha avó.
E minha flor preferida é o Cravo.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

No amor, nem sempre são as faltas o que mais nos prejudica, mas sim a maneira como procedemos depois de as ter cometido. "Oví­dio"