Psy

"Só algumas pessoas escolhidas pela fatalidade do acaso provaram da liberdade esquiva e delicada da vida" "Sou como você me vê. Posso ser leve como uma brisa, ou forte como uma ventania, depende de quando e como você me vê passar" "Clarice Lispector"

20.9.06

Carta de uma mãe ao mundo

O que fizermos com a criança hoje
determinará o caráter do homem amanhã.
Psy


Caro mundo:

Meu filho começou hoje na escola. Durante algum tempo, tudo vai ser estranho e diferente para ele. E eu gostaria que você o tratasse com carinho.


Veja bem, até agora, ele tem vivido como um rei. É o manda chuva aqui em casa. Eu estou sempre ao lado dele, curando suas feridas e aquietando seu coração.

Mas agora tudo vai ser diferente.
Esta manhã ele vai sair pela porta da rua, acenar para mim e começar sua grande aventura, que provavelmente incluirá guerras, tragédia e sofrimento.

Para viver neste mundo é preciso fé, amor e coragem.
Por isso, mundo, eu gostaria que você o pegasse pela mão e ensinasse o que ele precisa saber. Ensine-o, mas com carinho, se possível. Ensine-o que, para cada malandro que existe por aí, existe também um herói. Que para cada político corrupto existe um líder dedicado. Que para todo inimigo existe também um amigo. Ensine-o sobre as maravilhas dos livros.
Dê a ele um momento de silêncio para que possa ponderar sobre o mistério dos pássaros no céu, das abelhas ao sol e das flores nas campinas.


Ensine-o que é muito mais digno fracassar do que trapacear.
Ensine-o a ter fé nas próprias idéias, mesmo quando todo mundo lhe disser que ele está errado. Ensine-o a vender seu cérebro e seus músculos pelo mais alto preço, mas que seu coração e sua alma nunca estejam à venda.
Ensine-o a fechar os ouvidos para o clamor da multidão... e manter-se firme e disposto a lutar quando achar que está certo.
Ensine-o com carinho, mundo, mas não o mime, pois é o teste do fogo que produz o aço mais resistente.
Essa é a lei, mundo, mas veja o que você pode fazer por mim.
Ele é um rapazinho tão especial!
Texto de autoria desconhecida

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

No amor, nem sempre são as faltas o que mais nos prejudica, mas sim a maneira como procedemos depois de as ter cometido. "Oví­dio"