Psy

"Só algumas pessoas escolhidas pela fatalidade do acaso provaram da liberdade esquiva e delicada da vida" "Sou como você me vê. Posso ser leve como uma brisa, ou forte como uma ventania, depende de quando e como você me vê passar" "Clarice Lispector"

29.9.06

Silêncio



O que nos rouba do silêncio interno? Confusão, insegurança, sentimentos de subserviência, doença, problemas de dinheiro e relacionamento. Quando entendo quem sou, meu intelecto fica livre de pensar sobre essas coisas externas e eu posso focalizar em algo bom. Quando entendo o relacionamento eterno que eu tenho com a Alma Suprema, minha mente pode subir. Quando penso em mim como uma alma, eu me torno pacífico e silencioso.
Dadi Janki

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

No amor, nem sempre são as faltas o que mais nos prejudica, mas sim a maneira como procedemos depois de as ter cometido. "Oví­dio"