Psy

"Só algumas pessoas escolhidas pela fatalidade do acaso provaram da liberdade esquiva e delicada da vida" "Sou como você me vê. Posso ser leve como uma brisa, ou forte como uma ventania, depende de quando e como você me vê passar" "Clarice Lispector"

27.12.06

FeedBack






Eu enxergo o que você sente
Mas você responde com a boca: não.
Sua boca diz que não.
Mas quando não diz nada
Me beija: sim.
Depois do beijo olho de novo.
Em seus olhos
E vejo: sim.
Seus olhos dizem sim.
Você retira a mão do meu rosto
E pede perdão: não.
Me beija de novo
Como quem suplica
Um silêncio que diz sim.
Te abraço então...
Agora é teu corpo
Que diz: não.
Você pede que eu volte.
E nessas idas e vindas o amor enfraquece
Até o fim.
Martha Medeiros




Imagens: da Net

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

No amor, nem sempre são as faltas o que mais nos prejudica, mas sim a maneira como procedemos depois de as ter cometido. "Oví­dio"