Psy

"Só algumas pessoas escolhidas pela fatalidade do acaso provaram da liberdade esquiva e delicada da vida" "Sou como você me vê. Posso ser leve como uma brisa, ou forte como uma ventania, depende de quando e como você me vê passar" "Clarice Lispector"

27.3.07


Cantábile

Basta-me um pequeno gesto,
Feito de longe e de leve,
Para que venhas comigo
E eu para sempre te leve...
- Mas só esse eu não farei.

Uma palavra caída
Das montanhas dos instantes
Desmancha todos os mares
E une as terras mais distantes...
- Palavra que não direi.

Para que tu me adivinhes,
Entre os ventos taciturnos,
Apago meus pensamentos,
Ponho vestidos noturnos,
- Que amargamente inventei.

E, enquanto não me descobre,
Os mundos vão navegando
Nos ares certos do tempo,
Até não se sabe quando...
- E um dia me acabarei.

Cecília Meireles


3 Comments:

Blogger falcão peregrino diz...

ola PSY
muito bonito mesmo
bjo

7:12 PM  
Blogger Psy diz...

Obrigada, querido!
Feliz em te ler... :-))

7:53 PM  
Blogger cantabile diz...

Poxa vida ... não sei nem o que dizer ...
Adorei muito ! Amei!!!1
beijos

12:23 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

No amor, nem sempre são as faltas o que mais nos prejudica, mas sim a maneira como procedemos depois de as ter cometido. "Oví­dio"