Psy

"Só algumas pessoas escolhidas pela fatalidade do acaso provaram da liberdade esquiva e delicada da vida" "Sou como você me vê. Posso ser leve como uma brisa, ou forte como uma ventania, depende de quando e como você me vê passar" "Clarice Lispector"

7.4.07

Pôr-de-sol




Imagem: Webshots



Depois de um dia de pesada lida,
Contemplo o entardecer e, realmente,
Morre a beleza deste sol poente,
No crepúsculo... a tarde esmaecida.

E o meu olhar se espraia molemente,
No horizonte, onde a barra é colorida.
E, na meditação mais comovida,


Minh’alma, agora em prece comovente,

Despede-se da tarde que termina.
Cânticos bíblicos da campina,
Assobia a codorninha escondida!

E, olhando no horizonte avermelhado,
Vejo do meu crepuscular passado
Um outro pôr-de-sol... É a minha vida.

João Gilberto Gaspar





Imagem: Don Paulson

5 Comments:

Blogger david santos diz...

Olá!
Vim cá para te felicitar pelo teu trabalho e desejar uma boa Páscoa.

9:12 PM  
Blogger Psy diz...

Obrigada, David.
Boa semana para ti.

8:49 AM  
Blogger belakbrilha diz...

Hoje também estou assim!

olhar o meu crepúcculo passado...

...e sentir um VAZIO!

bjs

da amiga

7:22 PM  
Blogger Psy diz...

Bela...
Minha amiga,
Não pense nesse vazio,
(é ruim, e faz a gente ficar triste).
Olhe em volta... e tente achar algo que lhe satisfaça ou, ao menos, lhe motiva de alguma maneira...
Gostaria de estar ai contigo mas, como é difícil romper a distância física, estarei contigo em pensamento. :-))
Beijos
Psy

7:54 PM  
Blogger belakbrilha diz...

Obrigada Psy
Apesar da distância sente-se sempre de alguma maneira a força que os amigos nos transmitem!

Bem ajas!

Bjs carinhosos

6:14 PM  

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home

No amor, nem sempre são as faltas o que mais nos prejudica, mas sim a maneira como procedemos depois de as ter cometido. "Oví­dio"